Como proteger o seu gato contra pulgas e carrapatos

SAÚDE & PROTEÇÃO

  • 4 jun, 2018
  • LEITURA DE 5 MIN
  • 04/06/2018
  • LEITURA DE 5 MIN

Como proteger o seu gato contra pulgas e carrapatos

O seu gato é um membro amado e respeitado da sua família, e é normal que você fique preocupado com o bem-estar dele e com possíveis parasitas. Pulgas e carrapatos podem ser desagradáveis e, até mesmo, perigosos. Mas com a prevenção certa, você pode proteger o seu gato contra esses parasitas.

Sem dúvidas, ter um plano de controle ao longo de todo o ano e que tenha ação rápida no combate aos parasitas é a escolha ideal para você e o seu gato. Além disso, é importante estar atento aos sinais de infestação, para acabar com o problema o mais rapidamente possível e garantir que o seu gato e a sua casa fiquem livres de pulgas e carrapatos.

Pulgas em gatos

Quando o assunto são cães e gatos, nenhum tipo de pulga se prolifera com mais sucesso do que as pulgas dos gatos — elas são o tipo mais abundante e são encontradas em todo o mundo. As pulgas podem se agarrar a animais e humanos, pegando carona e encontrando o caminho até a sua casa e, potencialmente, até o seu gato. Até mesmo animais domésticos, que não saem de casa, podem ser afetados, pois, como as pulgas podem entrar na sua residência presas a outros animais, a você, a seus familiares ou a visitantes, isso significa que nenhum gato está completamente livre de riscos.

As pulgas são mais ativas em climas quentes e levemente úmidos. Porém, as residências modernas e seu aquecimento central apresentam o ambiente perfeito para que as pulgas se proliferem na maioria dos países durante o ano todo. As pulgas gostam de se refugiar no calor aconchegante do pelo do seu gato, principalmente na região da barriga, onde se sentem quentes e protegidas.

Embora sejam pequenas, geralmente medindo entre 1,5 e 3 mm (0,06-0,11 polegadas), as pulgas podem ser facilmente vistas, e é possível detectá-las em você mesmo ou no seu gato. Não espere até encontrar uma pulga no seu animal: assuma o controle com um plano eficaz e de longo prazo.

pulgas-em-gatos

Sinais de pulgas em gatos

Além da detecção visual de pulgas no seu gato, os comportamentos a seguir podem indicar uma infestação.

  • O animal tem coceira intensa e morde a pelagem
  • Inquietação
  • Pequenos calombos ou áreas ásperas na pele, principalmente no pescoço ou no dorso
  • O animal coça intensamente ao redor do focinho ou balança muito a cabeça
  • Perda de pelos
  • Excreções de pulgas, que surgem como pequenos pontos pretos no pelo do gato ou pela casa

Alguns gatos são alérgicos ou mais sensíveis às picadas de pulgas. Preste atenção se o seu gato estiver se coçando por períodos prolongados. Se ele se lambe e se coça repetidamente e de forma intensa ao longo de vários dias, isso pode ser ocasionado por picadas de pulgas.

Como confirmar a presença de pulgas

Se você acredita que o seu gatinho tem pulgas, confirme a sua suspeita. Procure nas áreas onde as pulgas têm maior probabilidade de aparecer: na pele na base da cauda, debaixo das pernas e no pelo quente e macio da barriga do gato.

Uma ferramenta útil para os donos de gatos é o pente antipulgas, pois ele pode ajudar a identificar a presença e a remover as pulgas do seu gato com segurança. O pente não apenas remove as pulgas, como também remove as excreções, que são outro indicador de infestação.

Ao examinar o gato, se você vir pequenos insetos escuros correndo por sua pele, é hora de aplicar um tratamento contra pulgas e garantir que a sua casa também esteja livre de pulgas.

Tratamento contra pulgas para o seu gato

Se você suspeita ou se encontrou pulgas no seu animal de estimação, faça uma visita ao veterinário. O veterinário pode orientá-lo sobre o melhor plano de tratamento e sobre como se livrar das pulgas na sua casa. Há soluções eficazes e de controle rápido disponíveis, proporcionando ao seu animal de estimação tratamento e proteção convenientes e de longo prazo.

Consulte o seu veterinário e siga suas orientações para garantir que o seu gatinho fique livre de pulgas o mais rápido possível.

carrapatos-em-gatos

Tratamento contra pulgas para a sua casa

As pulgas podem sobreviver por meses na sua casa sem um animal hospedeiro. Por isso, se você sabe que o seu gato tem pulgas, é melhor trocar a roupa de cama regularmente e aspirar o assoalho cuidadosamente, para minimizar as chances de que as pulgas permaneçam na sua casa.

Jogue fora o saco coletor do aspirador de pó todas as vezes que aspirar.
Porém, não espere até que o seu gato mostre sinais da presença de pulgas para agir. Quando se trata de pulgas e outros parasitas, o melhor tipo de tratamento é ter um plano de prevenção consistente.
Quando se trata de pulgas e outros parasitas, o melhor tipo de tratamento é ter um plano de prevenção consistente.

Carrapatos em gatos

Os carrapatos são comuns em áreas arborizadas, mas eles também podem ser encontrados em jardins, e podem entrar na sua casa sendo transportados nos pelos do seu gato. Eles se agarram aos pelos quando o gato passa por arbustos e também podem entrar na sua casa nas suas roupas ou levados por outros animais, como cães.

É preciso combater os carrapatos de forma rápida e eficaz, pois eles podem transmitir doenças perigosas. Os gatos podem adoecer devido às doenças transmitidas pelos carrapatos. Essas doenças podem ser fatais para os felinos, por isso, é vital ter um plano de controle eficaz, para ajudar a proteger o seu animal contra as doenças transmitidas pelos carrapatos.

New call-to-action

Como identificar carrapatos no seu gato

Em geral, os carrapatos são suficientemente grandes para serem identificados com facilidade nos gatos. Eles parecem um pouco com pequenas aranhas, com um corpo de formato oval que vai crescendo à medida que eles vão se alimentando de sangue.

Quando seu gato entrar em casa para se alimentar, passe as mãos sobre a pelagem e sobre seu corpo dele, para verificar a presença de caroços ou calombos. Os carrapatos podem parecer pequenos calombos na pele do seu gato. Você também pode verificar a presença de carrapatos escovando regularmente o seu bichinho. Se encontrar um carrapato, você poderá removê-lo em casa; porém, se não se sentir confiante, leve o seu gato ao veterinário para a remoção.

Como remover os carrapatos do seu gato

Para remover o carrapato, você precisará de uma pinça, ou de uma ferramenta para remoção de carrapatos, e também de luvas de látex ou de borracha.

Se necessário, peça a ajuda de outra pessoa para segurar o gato, pois os felinos são muito inquietos, e pode ser difícil mantê-los parados no lugar. Além disso, encontrar carrapatos na pelagem espessa do seu gato pode ser uma tarefa difícil. Por isso, às vezes, é mais fácil simplesmente levar o seu gatinho ao veterinário para a remoção do carrapato.

No entanto, se você conseguir localizar o carrapato e tiver a certeza de que pode removê-lo em casa, coloque as luvas para se proteger e lave as mãos ao terminar. Encontre o local onde o carrapato está preso e segure-o o mais próximo possível da pele, sem beliscar o seu gato. Para remover, puxe-o lentamente, porém com firmeza.

Coloque o carrapato em um recipiente ou dentro de uma solução contendo álcool. Usando algodão ou um cotonete, limpe a pele na área da mordida delicadamente.

Fique atento à área de onde o carrapato foi removido; se ela ainda estiver vermelha e irritada alguns dias após a remoção, leve o seu animal ao veterinário para verificar a área.

Se não estiver certo sobre o que fazer ou se não se sentir confiante para remover o carrapato, faça uma visita ao veterinário, para que ele possa resolver o problema.

proteger-o-seu-gato-contra-pulgas-e-carrapatos

Como controlar infestações de pulgas e carrapatos nos gatos

Você pode evitar que pulgas e carrapatos se tornem um problema na sua casa: basta usar um tratamento contínuo, durante todo o ano. Pergunte ao veterinário sobre os benefícios de cada tratamento e se ele oferece uma cobertura duradoura para o seu animal de estimação. Por exemplo, se você preferir usar um tratamento pontual, verifique se ele continuará sendo eficaz caso o seu gato se molhe. Pergunte se a proteção do produto é duradoura, para que não seja necessário reaplicá-lo com frequência.

O uso de um produto eficaz e duradouro é a opção mais conveniente, proporcionando ao seu gato a proteção constante de que ele precisa e garantindo que a sua casa fique livre de parasitas.