Como lidar com carrapatos em cachorro

SAÚDE & PROTEÇÃO

  • 12 abr, 2019
  • LEITURA DE 5 MIN
  • 12/04/2019
  • LEITURA DE 5 MIN

Como lidar com carrapatos em cachorro

Seu cão é uma extensão de sua família, portanto, a segurança vem primeiro.

Os carrapatos são um problema de saúde comum, especialmente com o aumento global das doenças transmitidos pelo carrapato.

Você talvez não perceba, mas os carrapatos representam uma ameaça considerável para seu cão, independentemente de seu cão ficar ou não ao ar livre.

O que é pior? Se não tratados, os carrapatos podem avançar para sua casa, fixando-se em seu cão, em você e em sua família.

Saber como identificar esses parasitas, onde eles reproduzem e como removê-los é crucial para ajudar a manter seu cão saudável.

Como os cães pegam carrapatos?

Os carrapatos podem ser encontrados na grama, nos arbustos e moitas, assim como em edifícios, canis e abrigos. Eles simplesmente sentam e aguardam para pegar uma carona em um corpo quente que passa.

Em qualquer hora que seu cão sai para a rua, mesmo para uma curta caminhada, brincar no parque local, uma ida para banho e tosa, um passeio de carro, um fim de semana no canil, ele está sendo exposto ao risco destes parasitos subirem no cäo.

Antes de picarem, os carrapatos expelem um anestésico local que adormece a área.

Uma vez fixados, eles podem permanecer e discretamente se alimentar do sangue da vítima por até cinco dias.

Quando os carrapatos proliferam?

Os carrapatos podem ser encontrados o ano todo, embora sejam mais numerosos e ativos durante os meses da primavera e outono.

Alterações climáticas e do estilo de vida ajudam os carrapatos a expandirem seus territórios e se espalharem para novas áreas.

Os parasitas ao ar livre podem ser ativos mesmo nos meses frios.

Devido à longa estação dos carrapatos, existe potencialmente um risco dos parasitas o ano todo, e isto aumenta o risco de seu cão pegar uma doença transmitida por essas pragas.

Por que os carrapatos são um perigo para nossos cães?

Os carrapatos podem transmitir doenças sérias como a doença de Lyme, a febre por picada de carrapato (Erliquiose) eBiliar (Babesiose).

As atividades de alimentação de sangue dos carrapatos podem até causar anemia.

Como eu sei se meu cão tem carrapatos?

Os carrapatos se fixam em seu hospedeiro e se alimentam por horas e às vezes dias, portanto, você pode encontrar um carrapato fixado com a boca enterrada na pele de seu cão.

Eles podem ter a aparência de protuberâncias pequenas e médias na superfície, e a presença de 6 a 8 patas curtas na protuberância é uma indicação clara de um carrapato.

Os carrapatos jovens podem ser pequenos e difíceis de serem vistos.

Tipos de carrapato de cachorro

Como posso reduzir o risco de carrapatos?

Os carrapatos podem se agarrar em você ou em seu cão, não importa o quão cuidadoso você seja, pois eles são excepcionalmente bem adaptados para ocultar-se no ambiente, detectando a aproximação de hospedeiros e pegando uma carona.

Reduza o risco de ataques de carrapatos evitando áreas com grama alta, a margem de bosques, e arbustos — é claro, essas são as áreas que os cães adoram explorar.

Se houver carrapatos ao redor de sua casa, crie barreiras cortando faixas de vegetação entre seu gramado e as áreas naturais circundantes, ou use palha e lascas de madeira para criar faixas livres de vegetação de alguns centímetros.

Sempre verifique a presença de carrapatos em seu cão e em você quando voltar de áreas onde você possa ter sido exposto, e use roupas apropriadas, tal como calças compridas e botas, se possível.

Roupas de cor clara deixam mais fácil você ver os carrapatos rastejando.

Como eu verifico se há carrapatos?

Ao examinar seu cão, é importante lembrar que os carrapatos podem ser pequenos como a ponta de um lápis ou grandes como um grão de feijão quando ingurgitados com sangue.

Os carrapatos gostam de se esconder em locais quentes e protegidos, portanto, examine abaixo das patas dianteiras, dentro das orelhas, entre os dedos das patas e ao redor do queixo e nas faces do seu cão.

Se encontrar um carrapato rastejando no pelo, não fixado, então retire-o com uma escova ou apanhe-o e descarte-o de modo seguro.

New call-to-action

Como eu removo um carrapato em cachorro?

É importante remover os carrapatos em cachorro corretamente.

Existem pinças adaptadas e dispositivos para extrair carrapatos que podem ser bastante úteis.

Você pode pedir ajuda ao seu veterinário, especialmente se encontrar vários carrapatos em seu cão.

Se você planeja remover o carrapato você mesmo, use pinças e tente extrair o carrapato inteiro.

Se o carrapato se partir ao ser removido, então remova o máximo dele que puder da pele de seu cão. Use pinças para retirar o corpo e patas remanescentes.

Para se alimentar, os carrapatos colocam suas peças bucais na pele e a remoção destas com o resto do carrapato ajudará a cicatrizar rapidamente o local de fixação.

Depois de remover o carrapato, coloque-o em um pote com álcool ou desinfetante para mãos transparente, bem vedado, e leve-o para seu veterinário para verificar se seu cão foi ou não exposto a alguma doença potencial.

É importante permanecer calmo e positivo.

Carrapato em cachorro podem parecer incrivelmente repugnantes, furtivos e resistentes, mas eles não são invencíveis.

Controle e proteja seu cão proativamente dos carrapatos tratando-o com Bravecto®, que proporciona 12 semanas de proteção do nariz às patas contra pulgas e carrapatos com um único comprimido mastigável — isso é quase 3x mais tempo do que qualquer outro tratamento spot-on ou mastigável contra pulgas e carrapatos.

O Bravecto começa a agir rapidamente – pulgas mortas são observadas em 2 horas e ele não sai com o banho e tosa ou a natação, dando a você a tranquilidade de saber que os carrapatos se foram e vão ficar longe!

Para saber mais sobre o Bravecto® e como ele age, baixe nossa brochura com todas as informações que você precisa em www.bravecto.com.br

Bravecto® está disponível em seu veterinário e nos pet shops do Brasil.